O que comprar pela internet

Não é de hoje que se sabe que compras internacionais são muito vantajosas pela distinção de preço que os produtos sofrem ao entrarem no país devido às taxas de tributação que incidem sobre seu valor final.

Porém, essa regra não pode ser generalizada a todos os tipos de produtos. Neste artigo falaremos dos três principais fatores que podem tornar sua compra desvantajosa no final das contas – tipo, tamanho e tipo de frete do produto.

Pra quem está começando, é normal que se cometa erros. A maioria das pessoas lê artigos e anúncios de marcas famosas com seus produtos e respectivos preços muito inferiores aos cobrados aqui no Brasil e acha que vale a pena importá-los.

Entretanto, é fato que nosso país possui uma extensa lista de taxas que incidem no valor final desses produtos quando importados. Então, em determinadas compras, vale mais a pena comprar o produto dentro do país e não fora.

Produtos recém lançados, de alta tecnologia e popularidade, são muito mais sujeitos a serem taxados pela fiscalização. Isto já foi dito aqui. Então, não adianta você querer comprar um gadget que todo mundo quer como um iPhone e achar que não vai pagar por isso.

São quase 100% de chance que seu produto será tributado e você acabará pagando talvez até mais caro para retirá-lo. Isso vale também para o PS4, Xbox One e todos esses produtos com grande divulgação.

Outra situação muito comum, é você encontrar aquele iMac tela 27″ recém lançado por um valor 3 ou 4 vezes menor do que aqui. Mas, só pelo volume deste produto você já vai ter de pagar um frete absurdo, visto que o envio desses produtos é disponibilizado geralmente apenas por couriers, que são as empresas privadas de fretamento, como DHL e FEDEX.

A dica é, se o produto possui um valor alto, porém um volume leve, esse sim se torna um produto ideal para se importar, é o caso dos cosméticos, roupas, acessórios, suplementos alimentares, etc.

Porém é preciso ressaltar que se for um produto muito procurado e consequentemente visado como os gadgets da Apple e Samsung já mencionados anteriormente, dificilmente não será taxado.

Portanto, neste caso você precisará acessar as regras de tributação da Receita e ter a calculadora em mãos, para saber se realmente sairá mais vantajoso comprar o produto no Brasil ou importar e retirá-lo aqui, mediante pagamento dos 60% de seu valor + ICMS.

Contudo, avaliar o tipo de produto, a viabilidade da importação e evitar agir na impulsividade de se ter algo que todos querem, são dicas simples, mas fundamentais na hora de caracterizar se uma compra é vantajosa ou não.

Mais dicas e ofertas

Se você nunca fez uma compra na China ou em outros países, comece já e confira todas as dicas através dos nossos destaques clicando aqui.

Comentar

William Pompeo

Web designer gaúcho que adora novidades, apaixonado pela tecnologia e por tudo que ela possa oferecer. Idealizador e editor do site ComprasImportadas.com

E-mail YouTube Instagram Facebook Twitter

Publique seu comentário também no Facebook!

Seja o primeiro a comentar em "O que comprar pela internet"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*