Análise do OnePlus 6: o smartphone mais rápido do mundo

O OnePlus 6 é o mais novo flagship da OnePlus e traz um conjunto de hardware poderoso, aliado a uma relação de custo-benefício imbatível.

Com uma construção belíssima e custando apenas US$ 529 no seu modelo mais básico, o top de linha se tornou uma das primeiras opções de compra dos fãs de tecnologia.

Mas será que o flagship realmente entrega tudo que promete? E o mais importante, será que honra seu slogan publicitário que sugere ser ele a rapidez que procuramos num flagship?

Saiba as respostas para essas e outras perguntas abaixo na pré-análise do OnePlus 6 e seus principais recursos agora mesmo:

Análise do OnePlus 6: design

A primeira vista, já vemos mudanças significativas na aparência do OnePlus 6. O polêmico mas tendencioso entalhe está presente e temos também uma construção toda em vidro, com câmeras reposicionadas e um leitor biométrico redesenhado.

Temos uma tela 0,27 polegadas maior e uma construção mais frágil teoricamente, porém mais robusta tecnicamente, já que ambas as partes traseira e frontal são finalizadas com a proteção Gorilla Glass 5.

A pegada segue suave e agradável, mesmo com uma corpo 15 gramas mais pesado (177 gramas) e 0,45 mm mais grosso (7,75 milímetros de espessura).

Ademais, temos uma mudança no controle deslizante e na gavetinha para cartão SIM. Ambas foram invertidas e tornaram o uso do smartphone mais funcional. O conector de 3,5mm ainda segue presente, felizmente. Porém, ainda não temos uma certificação IP68 ou superior.

O OnePlus 6 traz 3 cores com traseira em vidro, mas ambas possuem um acabamento diferente, tornando o efeito menos evidente nas cores Midnight Black e Silk White, objetivando agradar todos os gostos.

Análise do OnePlus 6: tela

O OnePlus 6 traz uma atualização técnica tímida, com uma resolução ligeiramente maior (1080 x 2280) mais ainda no universo Full HD (1080p).

Apesar disso, temos uma tela AMOLED com cores vibrantes, ótimos ângulos de visão, pretos realmente escuros e muito brilho para o uso externo.

Para agradar os mais exigentes, o OnePlus 6 traz um modo sRGB que promete melhorar a precisão das cores, além de permitir o já conhecido ajuste da temperatura das cores.

Análise do OnePlus 6: hardware

Os fãs não esperavam menos que a excelência para o OnePlus 6 e a empresa tratou de corresponder a essas expectativas, construindo seu carro-chefe com nada menos que o Snapdragon 845, o chipset mais rápido da atualidade.

Ademais, ele é vendido em versões de 6GB de RAM e 8GB de RAM, além de opções de 64 GB, 128 GB ou 256 GB de armazenamento interno. Infelizmente, o aparelho segue sem possibilidade de expansão via Micro-SD.

O OnePlus 6 não traz a tecnologia de áudio da Dolby Atmos, optando pela Dirac HD Sound. Tecnicamente falando, ambas fornecem a mesma experiência auditiva mais otimizada e mais imersiva.

O leitor biométrico está mais rápido e agora desbloqueia o aparelho instantaneamente. Pra quem não curte usá-lo, pode-se contar com a tecnologia de desbloqueio facial, que no OP6 foi aprimorada e agora é mais confiável e responsiva.

Análise do OnePlus 6: software

O OnePlus 6 roda a OxygenOS, uma interface própria baseada no Android 8.1 Oreo e já suporta o Android P, através do programa oficial: Android Beta.

É um sistema rápido, fluído e que torna o Snapdragon 845 ainda mais eficiente. Não vemos aquela enxurrada de Apps desnecessários na OxygenOS, o que torna o sistema muito mais limpo e refinado.

Alguns dos recursos funcionais do OxygenOS são: o Parallel Apps – aquele recurso que permite login múltiplo em redes sociais – e os gestos de navegação, que facilitam e maximizam a experiência do usuário.

Análise do OnePlus 6: testes de desempenho

Baseado nos testes de desempenho dos benchmarks: Geekbench, AnTuTu e 3D Mark, realizados pelo site Android Authority, o OnePlus 6 parece ter feito jus ao slogan publicitário do aparelho: “The Speed You Need”.

No teste de velocidade, o GeekBench coroou o OnePlus 6 como mais rápido, pois o dispositivo atingiu a pontuação de 2.454 para single-core e 8.967 para multi-core. Em comparação, o Galaxy S9 Plus atingiu 2.144 e 8.116, respectivamente.

Já no teste de performance completa da AnTuTu, que leva em conta vários aspectos, o Galaxy S9 Plus segue como smartphone mais completo, pois atingiu a pontuação geral de 266.559, contra 262.614 do OP6.

Por fim, o 3D Mark basicamente igualou os smartphones, pois no teste o OnePlus 6 atingiu uma pontuação de 4.680, contra 4.672 do Galaxy S9 Plus.

Portanto, em geral, o OnePlus 6 apresenta basicamente a mesma performance do Galaxy S9 Plus – o smartphone mais completo do mundo atualmente (conforme a AnTuTu) – porém custando cerca de metade do valor do top da Samsung.

Análise do OnePlus 6: bateria

O OnePlus 6 traz uma bateria de 3.300mAh, que já é considerada uma capacidade insuficiente para um top de linha. Porém no caso do OP6, o conjunto de hardware e software apresentou resultados satisfatórios e até acima da média.

Através do PCMark – aplicativo de testes de autonomia que simula o uso do dia a dia – os testes do Android Authority revelaram uma autonomia de até 5 horas de uso intenso, com a capacidade de brilho no máximo.

O resultado mostra que as escolhas da OnePlus de adotarem uma tela Full HD e uma interface limpa levaram o OnePlus 6 a um patamar de consumo eficiente, mesmo considerando que o dispositivo possui a tecnologia de carregamento Dash, que garante 60% de energia em apenas 30 minutos.

Análise do OnePlus 6: câmera

O OnePlus 6 traz um conjunto de câmeras com 16MP e 20MP, com abertura f/1.7 e ambas com estabilização eletrônica, além de recursos para melhorar fotos em low-light. A câmera frontal tem 16 megapixels e também traz estabilização eletrônica.

Definitivamente, são câmeras melhores em relação a geração anterior. Elas trazem um sensor Sony IMX 519, que possui 19% mais pixels que o 5T, produzindo assim imagens mais detalhadas e menos borradas em low light.

Porém, são câmeras que ficam devendo se comparadas aos recursos fotográficos trazidos por dispositivos concorrentes, como o Samsung Galaxy S9 Plus e Huawei P20 Pro. Confira algumas fotos em low light na galeria acima.

Análise do OnePlus 6: veredito

É fato que a OnePlus se especializou em entregar smartphones com excelente custo-benefício. E isso não é diferente para o OnePlus 6, já que temos os principais recursos que todos procuram num top de linha, por um valor que não é mais a realidade dos flagships.

Sendo assim, o OnePlus 6 é sim uma ótima aquisição, mesmo sem alguns recursos valorizados, como a certificação IP68 e as telas QHD. Ademais, temos uma construção belíssima e o melhor hardware do mercado por basicamente a metade do valor da concorrência.

Onde comprar OnePlus 6 pelo melhor preço

Mercado Livre
GearBest
– BangGood

Leia também:

William Pompeo

Web designer gaúcho que adora novidades, apaixonado pela tecnologia e por tudo que ela possa oferecer. Idealizador e editor do site ComprasImportadas.com

E-mail YouTube Instagram Facebook Twitter

Seja o primeiro a comentar em "Análise do OnePlus 6: o smartphone mais rápido do mundo"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*