Ethereum

A Ether ou Ethereum (ETH) é a segunda maior moeda virtual do mundo atualmente. É considerada a rival da Bitcoin e já se supervalorizou nada menos que 44212.33% desde sua criação, lá em 2015.

Tal como a Bitcoin, a Ethereum é uma criptomoeda baseada na tecnologia BlockChain, uma tecnologia usada para validar identidades e assinaturas digitais de forma segura. Enquanto há 21 milhões de Bitcoins na rede de computadores limitadas até 2140. A Ephereum não possui limite vitalício, somente anual, que é de 18 milhões.

Embora semelhantes, a Ether é considerada ainda mais rápida, evoluída e segura. Ela possuí uma plataforma de software aberta e própria batizada com o mesmo nome da criptomoeda: Ephereum, onde é possível executar contratos inteligentes a partir de aplicativos universais.

No software Ephereum, a Blockchain abrange muito mais funcionalidades que na Bitcoin. É possível que desenvolvedores do mundo inteiro criem e implementem aplicações descentralizadas e independentes, sem a necessidade do intermédio de empresas, governos e terceiros.

E embora a Bitcoin ainda seja a moeda virtual mais valorizada, só nos últimos 3 meses, a Ephereum cresceu 339.18%, quase 2x mais que a Bitcoin, que obteve uma valorização de 166.72%. Ou seja, se tornou a segunda maior criptomoeda, deixando a Litecoin para trás.

Grande parte dessa supervalorização se dá no fato da rede Ephereum focar muito além do “livro-caixa”, sendo capaz de ser utilizada em aplicações com a função do contrato inteligente.

Essa função torna a Ether inovadora, já que a partir dela, o computador é capaz de executar contratos quando eles cumprem determinados pré-requisitos e isso sem a necessidade da intervenção humana, o que atualmente gera muitas despesas.

Para entender melhor: “Você pode pensar na Ethereum como uma rede distribuída programável. O fato de a Ethereum ser, em sua própria concepção, resistente à fraude e à adulteração, significa que ela oferece uma ampla gama de soluções para problemas diários que são atualmente resolvidos com grandes despesas”, diz Stephan Tual, ex-diretor de operações da Ethereum e fundador da Slock.it.

Sendo assim, a Ethereum ganha cada vez mais o apoio de empresas gigantes, como Microsoft e Intel, por exemplo, que desejam utilizar sua tecnologia para as mais diferentes aplicações.

Então, enquanto que a Ethereum se valoriza e atrai investimentos graças ao seu potencial de aplicação, a Bitcoin segue ganhando espaço graças ao apoio de governos, divulgação da mídia e novos investidores. Ambas se valorizam, mas por incentivos diferentes.

Se você se interessou e deseja comprar Ephereum, é necessário que você possua uma carteira digital estrangeira ou Bitcoins para realizar uma “exchange”. Entenda melhor o que estou falando clicando aqui e comece já a investir.

Valor da Ethereum em tempo real

Leia também:

William Pompeo

Web designer gaúcho que adora novidades, apaixonado pela tecnologia e por tudo que ela possa oferecer. Idealizador e editor do site ComprasImportadas.com

E-mail YouTube Instagram Facebook Twitter

Seja o primeiro a comentar em "Ethereum"

Comente isso

Seu e-mail não será publicado.


*