Outono na Big Apple: o que fazer em Nova York

Antes de iniciar o nosso roteiro de o que fazer em Nova York, vou contar para você como surgiu a ideia de nos aventuramos pela cidade de Nova York, em viagem recente e não programada realizada em novembro de 2016. Nossa viagem essencialmente se restringia a Miami, cidade que escolhemos para escrever sobre a experiência de comprar o novo iPhone 7 nos EUA.

Como toda viagem, compramos passagem com datas de ida e volta pré-definidas. Porém quando terminamos o trabalho, resolvemos voltar antes do programado ao Brasil e foi neste momento que a ideia de visitar Nova York surgiu.

Embora NY não estivesse no roteiro da viagem, não conseguimos antecipar a volta para o Brasil. Nós até tentamos trocar nossas passagens no aeroporto de Miami, porém nossa companhia aérea simplesmente queria um de nossos ‘rins’ para cobrir uma multa insana advinda dessa antecipação.

E tal abuso foi o pontapé que precisávamos para fazermos essa viagem. Decidimos então fazer as malas e gastar esse dinheiro em passagens e hospedagens para Nova York – um dos destinos preferidos dos turistas que desejam conhecer os Estados Unidos.

Seguimos um roteiro pontual, simulando uma viagem de férias mesmo, proposto pelo “New York City Pass“. NY City Pass pra quem não sabe, é um passaporte único que dá descontos nas principais atrações da cidade. Podemos comprar este passaporte em qualquer uma das principais atrações de Nova York.

O ticket do “New York City Pass” te dá direito a escolher cinco das atrações mais icônicas da cidade por um valor único e mais barato do que se você comprasse individualmente cada ingresso.

Por já conhecermos grande parte das atrações do roteiro de o que fazer em Nova York, decidimos comprar o NY City Pass para sabermos se ele realmente é uma boa opção para quem deseja visitar a cidade e economizar ao máximo sem abrir mão dos melhores pontos turísticos de NY. Portanto neste artigo compartilharemos com você essa experiência. Confira:

Chegamos em Nova York no dia 08 de novembro de 2016, num voo direto de Miami que demorou três horas e custou 190 dólares por pessoa, pela America Airlines. Encontramos um apartamento simples, mas completo (quarto e cozinha privados) pelo Airbnb a uma quadra do Central Park, próximo a estação de metrô da 110th Street pela diária de US$ 114.

E como quase todos de NYC, não é o lugar mais limpo que você já viu. Bem pelo contrário… Como já estava tarde, fomos direto para a Times Square, na 42th Street. Quando você visitar NY pela primeira vez, vá direto para lá, é incrível!

Todos aqueles telões, milhares de pessoas de todo mundo e artistas de rua são sensacionais e já te colocam em contato com a realidade nova-iorquina instantaneamente.

Times Square é a prova que caos organizado existe e funciona muito bem! Ao longo da Times Square encontramos os principais shows da Broadway, além de muitas opções de restaurantes pra todos os gostos e bolsos.

Não deixe de tirar milhares de fotos na escadaria vermelha localizada no centro da Times Square. Ela possuí visão panorâmica e privilegiada da rua mais famosa do mundo e seus letreiros luminosos. Nos garantimos as nossas, veja:

No dia seguinte escolhemos começar nosso roteiro de o que fazer em Nova York pelo Museu Americano de História Natural, o mesmo Museu que foi cenário do filme “Uma Noite no Museu” (2006).

Confira todas as fotos, dicas e detalhes dessa visita, clique aqui.

Nossa próxima parada foi o Central Park, onde provavelmente você se sentirá num filme, falo por mim e estou certo!

Confira todas as fotos, dicas e detalhes dessa visita, clique aqui.

No dia seguinte, seguimos com nosso roteiro de o que fazer em Nova York visitando outro Museu incrível, o Museu de Arte Metropolitano de Nova York, o “The Met”, como é conhecido: um museu com tantas coisas para se ver, que até programa de fidelidade eles tem, e sim, quem curte Museu e pode visitar NY com regularidade, vale a pena contratar.

Confira todas as fotos, dicas e detalhes dessa visita, clique aqui.

Após rápida passadinha em casa, corremos para um dos meus lugares preferidos em NY, a Ponte do Brooklyn, para um pôr do sol de tirar o fôlego!

Confira todas as fotos, dicas e detalhes dessa visita, clique aqui.

Nossa próxima parada e ponto turístico do roteiro de o que fazer em Nova York foi ela, a estátua mais famosa e icônica do mundo: a Estátua da Liberdade.

Confira todas as fotos, dicas e detalhes dessa visita, clique aqui.

Uma pausa nas atrações para falarmos da nossa visita noturna a confeitaria polêmica do Cake Boss.

Seguindo o roteiro de o que fazer em Nova York, nossa próximo destino foi nada mais, nada menos que o maior arranha-céu e outro grande ícone de Nova York: Empire State Building.

Confira todas as fotos, dicas e detalhes dessa visita, clique aqui.

Outra pausa para falarmos de um lugar indispensável para os amantes da cerveja, The Ginger Man.

E para concluir o roteiro do NY City Pass, visitamos o observatório que possuí uma das vistas mais incríveis do Empire State Building, da cidade inteira de NY e seu pôr do sol: o Top Of The Rock.

Confira todas as fotos, dicas e detalhes dessa visita, clique aqui.

Nesta última noite aproveitamos para um último sorvete numa das melhores sorveterias que já fui em toda minha existência: Cold Stone Creamery.

Depois seguimos para onde tudo começou, a Times Square. O NY City Pass foi sem dúvida um bom investimento, mas concordamos que suas atrações nos limitam a Manhattan e portanto na próxima viagem esperamos estender o roteiro para o restante da cidade. Afinal de contas Nova York tem muito mais a oferecer.

Só posso dizer que sou muito grato por ter tido a oportunidade de conhecer esta cidade maravilhosa e espero de verdade que todos que lerem este artigo se inspirem e que também possam viver essa incrível experiência de conhecer Nova York.

É sem dúvida uma viagem inesquecível! É sem dúvida um lugar para guardar no coração!

http://i.giphy.com/l3V0sI8GAKIZ00y4w.gif

– Mais conteúdo sobre Nova York? Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar em "Outono na Big Apple: o que fazer em Nova York"

Deixe uma resposta